Principais dúvidas sobre os dentes das crianças 

Principais dúvidas sobre os dentes das crianças 

O nascimento dos dentes das crianças é, muitas vezes, um período delicado e estressante para os bebês, pois normalmente é acompanhado de dores e desconfortos que tendem a deixá-los inquietos, irritadiços, sem apetite e com dificuldade para dormir.

Nesse contexto, muitas dúvidas e preocupações podem surgir, principalmente para os pais mais inexperientes. 

Isso porque, desde quais são as melhores formas de amenizar os sintomas e os cuidados necessários com a higiene, até questões relativas à necessidade do acompanhamento odontológico e quando perceber anormalidades no processo podem surgir.

Deste modo, é muito importante entender como funciona todo o desenvolvimento dental dos bebês, o que esperar desse período e até quais são as principais diferenças encontradas no amadurecimento dentário dos irmãos gêmeos.

Leia também:

Como funciona o nascimento e desenvolvimento dos dentes de leite?

Mesmo ainda não estando aparente na boca, quando os bebês nascem os dentes de leite já estão prontos abaixo da linha da gengiva. 

No entanto, esses botões dentários – que servirão como base para os dentes decíduos (de leite) – só nascerão por meio do rompimento do tecido gengival, entre os 3 e os 12 meses de idade.

Esse processo do nascimento dentário pode ser iniciado em conjunto com a introdução dos alimentos mais sólidos na dieta da criança. 

Por isso, é completamente normal que o primeiro dente de leite nasça apenas quando o bebê tiver aproximadamente 6 meses de vida.

As crianças que nasceram prematuramente podem demorar um pouco mais para desenvolver os primeiros dentes, mas esse período não deve ultrapassar os doze meses. Se isso acontecer, é necessário realizar o acompanhamento com um odontopediatra para a identificação do problema.

Mas é sempre preciso ter em mente que o desenvolvimento dental dos bebês dependerá do organismo de cada criança. Assim, mesmo no caso de gêmeos, o tempo do nascimento dentário pode diferir entre os irmãos.

Contudo, algo que não costuma ser diferente em nenhuma criança – inclusive nos gêmeos – é a ordem com que esses dentes irão apontar na boca. 

Isso porque os dentes de leite e até os permanentes seguem um padrão de desenvolvimento, ocorrendo na seguinte ordem:

  • Incisivos inferiores;
  • Incisivos superiores;
  • Dentes laterais;
  • Molares;
  • Caninos;
  • Segundos molares.

A troca para os dentes permanentes

Os primeiros dentes são fundamentais para o pleno desenvolvimento dos bebês e, por isso, devem ser acompanhados por um médico especializado – que pode ser acessado com a ajuda de um convenio odontologico.

Isso porque essas estruturas auxiliarão na alimentação, dicção e até na respiração infantil.

Os dentes de leite são importantes, inclusive, para o desenvolvimento adequado da dentição permanente que ainda vai nascer. Isso ocorre porque eles determinam o espaço que os dentes devem ocupar, a partir dos 6 anos de idade.

Por isso, se uma criança perde algum dos primeiros dentes antes do momento adequado, a segunda dentição pode nascer com problemas no espaçamento, causando o apinhamento ou a aparição de diastemas – distanciamento exagerado.

O mesmo problema pode ocorrer caso os primeiros dentes demorem demais para cair. Neste caso, é fundamental utilizar os benefícios de um plano odontologico, para viabilizar o exame detalhado da arcada dentária.

Cuidados necessários com a dentição infantil

Deste modo, é possível notar que o cuidado com a saúde da cavidade oral infantil tem potencial de interferir na vida dos pacientes em todas as idades. Assim, é preciso ter uma atenção especial com:

  • Escovação adequada

A escovação é a principal maneira de evitar que os dentes de leite sejam acometidos por cáries e infecções que exijam a remoção dentária precoce. 

Por isso, é recomendado o início da higienização bucal com uma gaze úmida sempre que o bebê ingerir fórmulas ou outros alimentos que não sejam o leite materno.

Após o nascimento do primeiro dente é necessário realizar a escovação dessas estruturas, ao menos, duas vezes ao dia.

  • Uso de acessórios de higiene apropriados

Por meio de um plano odonto empresarial, o dentista poderá indicar os melhores materiais para realizar a limpeza oral infantil, adequadamente. 

O uso de escovas extra macias, que tenham um tamanho apropriado para a boca da criança, é essencial.

Geralmente esses produtos têm a indicação de idade na embalagem dos produtos.

  • Atenção com os cremes dentais

Durante os primeiros anos de vida, as crianças possuem dificuldade com não engolir a pasta de dente e isso pode ser prejudicial para a sua saúde. 

Isso porque os cremes dentais infantis devem possuir flúor e o consumo em excesso dessa substância pode danificar os dentes.

Por isso, é recomendado que a escovação utilize pasta de dente apenas quando o paciente atingir os dois anos de idade ou quando este aprender a cuspir o material.

  • Acompanhamento regular com um odontopediatra

O uso de um plano odontologico para MEI, para viabilizar as consultas frequentes com um dentista pediatra é fundamental para a manutenção de uma saúde bucal mais aprimorada nas crianças dependentes.

Por isso, é recomendado que os pais comecem esse acompanhamento a partir do nascimento do primeiro dente de leite.

Desta forma, o dentista pode identificar os padrões de formação óssea e realizar as intervenções necessárias para impedir o desenvolvimento de problemas estruturais mais severos.

Além disso, esse profissional pode tratar problemas de cáries e gengivite antes que a situação se agrave e comprometa a integridade dental.

Os planos de convenio odontologico empresarial costumam oferecer a extensão dos benefícios a até dois familiares ou dependentes do titular e esses serviços incluem diversas especialidades. Assim, esse acompanhamento médico fica mais acessível para todos os pacientes.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Crédito da imagem em destaque: freepik.com

Deixe seu comentário

Tags: